Bem-vindo ao meu blog literário! Constelado dos escritos de uma sonhadora em busca de seu caminho desde que caiu da lua uma noite em que esta, estava demasiadamente cheia.
Textos

Poema primaveril

Nos primeiros clarões da Primavera,
Quando o Rei Sol desponta por trás dos montes,
As vegetações desnudas em suas hastes,
Rebrotam em si novas folhas para enverdecer o horizonte.

Fervilha em seus caules a seiva orgânica impetuosa
Para nutrir os brotos que despontam, animados.
Deixam então seus pijamas os botões de flores perfumados
E a Primavera chega abençoando os vales por ela coroados.

Assim, o mês de Maio chega para florir também,
Desvenda segredos primaverinos e vai muito mais além,
Convida os botões de flores a desabrochar em grande variedade,
Para enfeitar os jardins da minha pequena cidade.

Essa estação lança-se ao vivo sem nem sequer perceber,
Vai escalando as montanhas em cada amanhecer,
Outras flores vão se abrindo mesmo ao anoitecer,
E é essa beleza quem faz meu poema também florescer.

 
Aronedla
Enviado por Aronedla em 22/12/2013
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr